sexta-feira, março 8

Visão de Cogumelo

Dias desses, andava eu, bela e caprichosa, penteada e cheirosa, pela calçada imunda e cinza, quando ali, logo a frente, vejo uma multidão, e estranhamente não eram meus fãs! Curiosa, menos que gostosa, como sou, fui conferir o que fazia ali aqueles desocupados. Para você ter uma breve ideia, haviam policiais e para-médicos, o que já sugere o motivo. Nesse caso, o correto seria ir ao encontro dos meus fãs amigos no 'Royalle Royal Palace Plaza e King'... Enfim, deixando minhas peripécias de lado, voltemos à multidão.

Meus olhos cortam de lágrimas ao rever a cena na minha mente. Toda ensanguentada, coberta de muco e imundície a mais linda bolsa azul de cetim de pura seda com anéis de saturno e raios de sol da lua e estrelas da manhã com ascendência em áries e diamantes de caramelo... (se usar alucinógeno, não escreva)

A dona da preciosidade estava viva, falando até, o que acabou com meu interesse, quase que imediatamente, não fosse a bolsa de pelúcia de veludo do urso polar das montanhas com pedaços de alce e pequenas gotas de brigadeiro. E ela cantava, eu ouvia o doce som

"Tooodos caminhos trilham pra a gente se veeer
Toooodas as trilhas caminham pra gente se achaaar, viu
"*





*Maria Gadú - Tudo diferente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Que tal seguir por email?

▲ TOPO