sábado, março 2

Sangue-frio

Dizia minha avó, que o melhor remédio para a solidão são os bons livros. Em verdade, quem acha isso sou eu, iniciei com minha avó pois creio ser uma frase que chama a atenção - a minha. Pensando assim, de forma errada como estou, pareço fazer um blog para mim e não para os outros, que poderão ser meus futuros leitores, quem sabe. Mas a esperança de fazer sucesso é baixa, e o desejo de dedicação para com o blog poderá ser ainda menor assim que passar a emoção inicial. Quem me dera ser feliz.

Bem, dizia eu, no início da postagem, sobre solidão e livros. Verdade, verdade, eles são importantes, mas, se solitário, me liga háhá, nada de ler coisas deprimentes, pois eu quase expulsei minha alma fora do corpo ao ler o maravilhoso e brilhante Ensaio sobre a cegueira de Saramago.

Porém, todavia e no entanto, queria comentar de leve sobre Edgar A. Poe e seu sinistro e engraçado conto denominado O gato preto. Leiam. 

É isso, não deixe a bebida malignamente infiltrar-se em sua mente sombriamente propensa a ser maldosamente má.

 "Certa manhã, a sangue-frio, enforquei-o no galho de uma árvore." (Edgar Allan Poe - O gato preto)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Que tal seguir por email?

▲ TOPO