terça-feira, março 19

Novo Dia

Hoje vi o dia clarear. O céu de azeviche expressar sua alegria tornando-se azul escuro até alcançar seu tom puro de anil. Os pássaros cantaram, as nuvens deram bom dia e os vizinhos também. O som do café na cafeteira, o sugar da água, a descarga, o escarro matinal, as primeiras palavras e os banhos cantantes. O suor de uma noite de mau sono, talvez, ou o suor que restara das relações afetivas, o latido pedindo afeto e o miado mandando na casa. O abrir de olhos, e o espreguiçar e o desânimo pra quem há de trabalhar, a barba para fazer e o cabelo a secar. Tudo em perfeita harmonia, até passar um avião, e a porra da harmonia descamba e a vontade de escrever também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Que tal seguir por email?

▲ TOPO