quinta-feira, abril 18

Liberdade

Todo dia sinto meus ossos baterem contra o chão. Todo dia sinto um peso horrível sobre meus ombros. Todo dia morro um pouco por estar vivo. Todo dia sofro com meus pensamentos, que me sufocam por dentro, batem na minha boca, prontos para serem libertos, mas não são, pois há o medo e o pavor da repressão. E meus ossos batem, sobre o chão, com a força das palavras, não ditas, nem esquecidas.

3 comentários:

  1. Todo dia lutamos pela liberdade, física ou psíquica, de uma forma de outra estamos presos, parece que lutar pele liberdade é para sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida! Obrigada pelo comentário Michael! Abraços

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Que tal seguir por email?

▲ TOPO