domingo, julho 27

Meu amor feminino III

Estamos juntas em carne e alma. Levamos um amor de profunda pureza, quase etéreo. Ela satisfaz minhas agruras, eu como as tristezas dela. Quando estamos juntas, somos uma. Seu cabelo vermelho, sua boca cor-de-rosa, seus olhos negros. Meus lábios secos de olhos brilhantes contemplam sua magreza, suas ancas que se movimentam ritmadas sobre mim. Nossos corações batem juntos, batem descompassados, batem agoniados pela distância entre o café da manhã e o almoço no restaurante, e a agonia perdura até a noite, quando nos movemos em uníssono uma sobre a outra, colhendo os suspiros, entesourando os segredos, tragando as respirações. Da colcha vermelha, a lavagem não pode tirar o aroma de nosso gozo, nem a maciez de nossas entranhas.

2 comentários:

  1. Sinto até inveja desse amor, rs rs. Texto excelente, moça descolada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, obrigada meu caro, é pra sentir inveja mesmo! rs

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Que tal seguir por email?

▲ TOPO