domingo, julho 20

Despedida

hoje amanheceu chovendo
meu coração empapado
minhas vestes úmidas

hoje foi um noite difícil
daquelas de fazer tremer
o frio cortante

amanhã não vai amanhecer
amanhã deixará de existir
cadáver faço de mim

4 comentários:

  1. Vá em paz... vou rezar pela sua alma. rs rs

    ResponderExcluir
  2. Quando eu morrer, venho assombrar seu blog, rs rs. Já começo a gostar de entrar aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será sempre bem vindo ao meu necrotério! ahuaha

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Que tal seguir por email?

▲ TOPO